sábado, 7 de junho de 2008

Roth x Renato

Roth

O técnico Celso Roth encaminhou nesta sexta-feira o time e o esquema do Grêmio para enfrentar o Fluminense, domingo, no Olímpico. O lateral-esquerdo Helder não sente mais dores no tornozelo esquerdo e está confirmado. Com o 3-5-2 definido, Réver atua como zagueiro. Durante a semana, ele foi testado como volante no 4-4-2.

A única dúvida é no ataque entre Reinaldo e Soares. Um deles será o companheiro de Perea. O colombiano, aliás, apenas correu na sexta-feira, mas está garantido por Roth.

A provável escalação tem Victor; Leo, Pereira e Réver; Felipe, Eduardo Costa, Rafael Carioca, Roger e Helder; Reinaldo e Perea.

Renato

Enfrentar o Grêmio sempre teve um sabor especial para o técnico Renato Gaúcho. Revelado no clube e herói do título mundial do Tricolor gaúcho em 1983 (onde marcou dois gols na final contra o Hamburgo-ALE) o agora treinador já está eternizado no coração dos torcedores. Vivendo a expectativa de um novo encontro, neste domingo, pelo Campeonato Brasileiro, ele demonstra toda a gratidão pelo carinho que recebeu durante a semana do confronto com o Boca Juniors pela Copa Libertadores.

- Volto a agradecer as mensagens de apoio na internet, principalmente no site oficial do Grêmio. Tenho um carinho muito grande por tudo que passei lá e me orgulho muito de ver minha foto na parede na maior conquista da história do clube - disse.

Torcedor declarado do Tricolor gaúcho, Renato Gaúcho segue à risca a rivalidade no Rio Grande do Sul. Além de sempre exigir que suas equipes treinem no Estádio Olímpico (fato que irá se repetir novamente neste fim de semana), ele rechaça qualquer possibilidade de treinar o Internacional.

- Com todo respeito ao Internacional, jamais vou treiná-lo. É lógico que domingo vou querer vencer, mas caso ocorra um gol, eu não vou vibrar - revelou.

Ano passado, quando enfrentou o Grêmio, o treinador fez questão de levar sua filha Carolina, de 14 anos, ao clube gaúcho. Lá, ele pode mostrar de perto todas as suas glórias com a camisa tricolor. Este ano, ele planeja novamente um "tour" por lá.

- Vou rever meus familiares e vou falar com a Carolina para ver se ele quer ir novamente comigo para o Sul - informou.

Nenhum comentário: