terça-feira, 6 de maio de 2008

Grêmio preocupa

Avaí 0x0 Grêmio
- O Grêmio veio aqui para treinar, e o Avaí veio para jogar. Isso que vocês viram aqui foi uma guerra. Se o Avaí se mantiver assim, sobe para a primeira divisão - compara Celso Roth.
Sim, essa é a postura do nosso técnico depois do empate patético contra o Avaí. O plano é botar o mérito nos outros e se privar de assumir a culpa justificando a atuação como “apenas um treino”. Deixa eu ver se eu entendi Roth, se tu mesmo considera as partidas como um treino somente, e não uma oportunidade para estruturar a equipe, vamos deixar para tomar alguma iniciativa e organizar tudo quando já estiver rolando o brasileiro?
Professor, se tu pensas assim, e se tu passa essa ideia dentro do vestiário e nas coletivas, que maldita motivação vai ter o nosso plantel para mostrar serviço ao senhor, a direção e a torcida?
Estou me vendo obrigado a acreditar que a direção pensa ser intocável e inquestionável, e por serem os escolhidos para comandar o Grêmio receberam o dom de nunca errar, considerando desnecessário dar ouvido as gremistas.
Odone, as esperanças dos torcedores estão todas depositadas em ti. Acredito que ama o Grêmio tanto quanto nós, então agora pelo amor de Deus, presta a atenção nas manifestações da torcida e percebe a gravidade das declarações e a falta de preparo do nosso técnico, ele não tem condições de conduzir um time Campeão do Mundo, e pelo jeito só vocês não perceberam isso.
PS.: Só pra constar, o técnico do Vitória Vagner Mancini, que foi demitido daqui invicto para dar lugar ao Roth, foi campeão Baiano e meteu 5 a 1 no último jogo...
Parece piada...
Preocupante
Contrastando com o ótimo momento de outros, o jogo do Grêmio foi triste. Havia gostado da atuação contra o Ypiranga e tive esperança de que houvesse crescimento coletivo. Mas foi uma decepção.De forma franca, o diretor de futebol André Krieger enfrentou esta realidade e busca de soluções. As perspectivas não são boas. A estréia no Brasileirão está chegando e não temos time titular confiável. Será uma semana de muito trabalho e alterações na forma de jogar, pois todo o treino foi por água abaixo contra o Avaí.
Gauchão
Lembro que quando criança a palavra Gauchão, quando dita para mim, vinha a imagem de um gaúcho de campanha, aquele típico peão de campo do interior do Rio Grande do Sul, da fronteira. Nada mais natural que quando alguém leva um gauchão para casa, para a mente de inocentes crianças, como eu fui, vem a imagem de alguém levando um peão para sua casa, esquisito, né?
Mas o que importa isso hoje, se depois de adulto, eu, ver meu vizinho levar, quase quarenta vezes um GAUCHÃO para casa, ele merece.
Até dobrado!
O final de campeonato foi difícil para o torcedor do Juventude, uma pena, mas o futebol é assim mesmo, boa sorte na próxima. A série B vai ser muito disputada e o clube de Caxias do Sul pelo futebol apresentado na última ronda do gauchão deve se preocupar.

Nenhum comentário: