terça-feira, 8 de abril de 2008

Odone: "Confiança até quarta-feira"

O presidente do Grêmio continua dando explicações pelo fracasso tricolor no Gauchão. Depois da derrota para o Juventude em pleno Estádio Olímpico, Paulo Odone revelou, na tarde desta segunda-feira, que o treinador Celso Roth não está garantido no cargo e que exige um bom resultado contra o Atlético-Go na quarta-feira.
"Temos que ver como a equipe irá se comportar. Estou dando confiança ao Celso pois temos um jogo decisivo na quarta-feira e precisamos vencer. A crise se faz depois de uma tragédia, e não antes" garante Paulo Odone.
Não está descartada uma mudança no comando técnico da equipe mesmo com uma vitória contra o Atlético-GO. Vagner Mancini, quando deixou o cargo de treinador do Grêmio, não havia perdido um jogo sequer. Paulo Odone espera uma resposta positiva da torcida gremista aos apelos da diretoria para que incentive a equipe na partida de volta pela segunda fase da Copa do Brasil.
"Acho que na quarta-feira, passada à mágoa, eles estarão aqui torcendo pelo Grêmio. Esta é a hora da torcida. Eles têm ajudado sempre e não irão abandonar o barco em uma hora destas. Depois de tudo o que passou, o torcedor do Grêmio sabe o que fazer e irá fazer na quarta-feira. Esta é a torcida tricolor, a respeitem", diz Odone.
Os jogadores se reapresentaram na tarde desta segunda-feira. Paulo Odone e Paulo Pelaipe estiveram presentes no gramado suplementar observando a movimentação dos atletas, coisa que não é muito comum no Estádio Olímpico.
A direção intensificou a busca por reforços e novos jogadores devem desembarcar em Porto Alegre para vestir a camiseta tricolor nos próximos dias. Odone garantiu que não está satisfeito com o atual elenco gremista.
"Nós não temos um time com o desenho ideal. O time está muito improvisado com as lesões e por falta de jogador. Vocês me conhecem e sabem que nunca fico satisfeito com o time. Estamos sempre olhando para isto", garante o presidente do Grêmio.

Nenhum comentário: