domingo, 6 de abril de 2008

Grêmio 2x3 Juventude

O Juventude venceu o Grêmio, neste domingo, por 3 a 2, no Olímpico, e conquistou o direito de disputar a semifinal do Campeonato Gaúcho de 2008. Em uma tarde que o tricolor não repetiu as boas atuações do restante do estadual, o time da Serra foi superior e conseguiu o placar que assegurou a passagem para a próxima fase.
O jogo
Necessitando da vitória para se classificar para a semifinal, o Juventude iniciou o jogo partindo para cima do Grêmio. Como ocorreu em Caxias, a defesa tricolor, bem posicionada, impedia a criação de chances claras de gols. Enquanto isso, o tricolor se aproveitava dos contra-ataques para tentar ampliar a vantagem.
Aos sete minutos, Roger passou para Perea, na entrada da grande área, que lançou Maylson. O jovem jogador bateu cruzado, a bola passou na frente da goleira de Michel Alves e saiu próximo ao poste do Juventude. Antes dos 10 primeiros minutos, o tricolor igualou as ações ofensivas, mas tinha dificuldades para chegar em condições de abrir o placar.
Aos 15min, Elvis fez jogada pela lateral direita e cruzou no segundo poste. Mendes, marcado por dois jogadores, pulou mais alto e cabeceou por cima do goleiro Marcelo Grohe, que não conseguiu evitar o gol do Juventude. Mesmo vencendo por 1 a 0, o time da Serra não diminuiu o ritmo, pois o resultado não o classificava para a semifinal e seguiu com mais volume de jogo. Já o Grêmio seguia insistindo pelas laterais e pelo meio de campo, mas não conseguia criar chances de gols.
Aos 26min, Felipe cruzou da intermediária para Julio dos Santos, que desviou de cabeça, mas Michel Alves deu um tapa e colocou a bola pela linha de fundo. Aos 33min, Lauro arriscou um chute da intermediária, Léo, dentro da área, fechou os braços junto ao corpo e a bola bateu nas mãos do zagueiro, mas o árbitro Márcio Coruja entendeu como jogada normal e seguiu a jogada.
Com dificuldades para criar oportunidades de gols, aos 35min, parte da torcida presente no Olímpico passou a gritar “burro” para o técnico Celso Roth. Dois minutos depois, Maylson foi derrubado dentro da área e Márcio Coruja entendeu como jogada normal. Na seqüência do lance, Perea levantou a bola dentro da área. Maylson cabeceou no poste superior e, no rebote, a bola picou em cima da linha, mas Michel Alves fez a defesa.
Aos 38min, em um contra-ataque, Lauro lançou para Mendes, desmarcado, pela esquerda de ataque. O goleador do Campeonato Gaúcho ajeitou a bola e bateu no canto direito de Marcelo Grohe. Juventude 2 a 0. Um minuto depois, Perea recebeu lançamento nas costa da zaga e bateu cruzado, mas a bola saiu pela linha de fundo próximo ao poste esquerdo de Michel Alves. No final do primeiro tempo, mais uma vez parte da torcida presente no Olímpico voltou a chamar o técnico Celso Roth de “burro”.
No retorno para a segunda etapa, o treinador gremista retirou Julio dos Santos e Nunes e colocou Tadeu e Rafael Carioca. Necessitando de pelo um gol para levar para a decisão pr pênaltis, o Grêmio iniciou pressionando o Juventude, mas seguia com dificuldades para finalizar.
Aos sete minutos, Rafael Carioca desarmou o zagueiro Nunes e lançou para Perea. O colombiano matou a bola no peito, para tirar o marcador da jogada, e chutou próximo do poste direito de Michel Alves. Dois minutos depois, Lauro lançou Ivo pela esquerda de ataque. O meia avançou até próximo a grande área e bateu forte próximo ao poste superior de Marcelo Grohe.
Aos 16min, Márcio Goiano fez cruzamento do lado esquerdo de ataque e Thiago pulou mais alto que a defesa e cabeceou. A bola ainda bateu no rosto de Marcelo Grohe e foi parar no fundo das redes. Juventude 3 a 0. Na comemoração, Thiago fez o sinal para a torcida do Grêmio ficar quieta e iniciou uma confusão com os jogadores reservas do tricolor. Na confusão, Tadeu agrediu o jogador do Juventude e os dois acabaram expulsos.
Quatro minutos depois do terceiro gol da equipe da Serra, Márcio Goiano cruzou da esquerda e Mendes cabeceou próximo ao poste esquerdo de Grohe. Aos 24min, Perea lançou Jonas, que de peito passou Jean, sem marcação próximo da pequena área. O zagueiro chutou desviado pela linha de fundo. Após o terceiro gol, o Grêmio aumentou o volume de jogo e passou a pressionar o adversário, mas seguia sem conseguir chances claras de diminuir o placar.
Mas, aos 29min, o Juventude voltou a criar uma oportunidade para ampliar. Marcio Goiano cruzou da esquerda de ataque, Mendes se aproveitou da bobeira da defesa e cabeceou. Marcelo Grohe conseguiu fazer grande defesa e impedir o quatro gol. Dois minutos depois, Perea aproveitou um cruzamento e cabeceou. Michel Alves não conseguiu fazer a defesa, Roger tocou para trás e Jonas chutou para fazer o gol do Grêmio.
Aos 33min, Jonas agrediu Hércules e acabou expulso de campo. Na confusão, Márcio Coruja mostrou o segundo cartão amarelo para Eduardo Costa e o Grêmio ficou com oito jogadores em campo. Com vantagem no placar e com um maior número de atletas em campo, o Juventude passou a tocar a bola e só atacar com segurança.
Aos 41min, Roger lançou Perea pela lateral direita e chutou. Michel Alves não conseguiu segurar a bola e Elvis conseguiu afastar. No lance seguinte, Mendes foi lançado pela direita, sem marcação. Próximo a pequena área, o atacante tentou passar para Helder e Jean salvou. Aos 46min, Paulo Sérgio recebeu lançamento dentro da grande área e chutou forte. Michel Alves fez grande defesa e evitou o segundo gol do Grêmio. Dois minutos depois, Paulo Sérgio cobrou falta da direita de ataque e diminui a diferença, mas não o bastante para classificar o tricolor para a próxima fase do Gauchão. Juventude 3 a 2.
Com a vitória, o Juventude espera a decisão entre Inter-SM e Sapucaiense, que inicia às 18h15min, para saber quem será o seu adversário na semifinal do Campeonato Gaúcho.

Ficha técnica:
Grêmio
Marcelo; Felipe, Léo, Jean e Paulo Sérgio; Nunes (Rafael Carioca), Eduardo Costa, Maylson (Jonas), Julio dos Santos (Tadeu) e Roger; Perea
Banco de reservas: Mateus, Hidalgo, Pereira, Adílson, Jonas e Tadeu
Técnico: Celso Roth

Juventude
Michel Alves; Elvis, Nunes, Márcio Alemão e Márcio Goiano; Renan (Hércules), Juan Perez, Lauro e Ivo (Helder); Maicon (Thiago) e Mendes
Técnico: Zetti

Gols:
Grêmio: Jonas (30min/2ºT) e Paulo Sérgio (48min/2ºT)
Juventude: Mendes (15 e 38min/1ºT) e Thiago (16min/2ºT)

Cartões Amarelos:
Grêmio: Roger, Eduardo Costa e Jean
Juventude: Maicon, Juan Perez, Márcio Alemão

Cartão vermelho:
Grêmio: Tadeu, Eduardo Costa e Jonas
Juventude: Thiago

Data: domingo, 6 de abril de 2008
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)

Árbitro: Márcio Coruja
Auxiliares: Júlio César dos Santos e Júlio Espinoza de Freitas

Nenhum comentário: