sexta-feira, 14 de março de 2008

Grêmio 0x0 Caxias

O Grêmio empatou em 0 a 0 com Caxias, na noite desta quinta-feira, no estádio Olímpico. A partida teve dois tempos distintos. Na primeira etapa, o time da Serra teve um maior domínio do jogo, mas criou poucas oportunidades de gol. Já o tricolor, perdeu algumas chances errando as finalizações. Nos 90 minutos finais, o Grêmio mudou o esquema tático, com o recuo de Roger para o meio de campo e a entrada de Reinaldo, mas não conseguiu transformar as oportunidades em gols.

Grêmio e Caxias iniciaram a partida buscando o gol, mas tinham dificuldades para ultrapassar a forte marcação exercida pelos adversários. Com as duas equipes atuando com praticamente seis jogadores no meio de campo, ambos procuravam as jogadas em velocidade pelas laterais, mas dificilmente conseguiam chegar ao ataque com possibilidades de abrir o placar.

A primeira oportunidade foi do Grêmio.Aos oito minutos, o goleiro Juninho saiu jogando errado com os pés e deu um passe para Roger, que tocou para Julio dos Santos e o meia passou para Perea, na entrada da grande área. O colombiano tirou o marcador da jogada e chutou forte, mas a bola passou próxima do poste direito do Caxias. Depois do chute, a equipe da Serra, mesmo atuando fora de casa, passou a atacar o Grêmio com toques rápidos pelo meio de campo, mas seguia sem conseguir concluir a gol. A defesa tricolor, bem posicionada e marcando com vigor, não dava chances aos caxienses se aproximarem da área de Marcelo Grohe.

Já a equipe de Celso Roth, se aproveitava dos erros do adversário no meio de campo e utilizava os contra-ataques para criar oportunidades. Aos 21min, Júlio dos Santos roubou uma bola na linha central e tocou para Perea. O atacante avançou em direção ao gol e passou para Roger, na meia lua da grande área. O meia tirou dois marcadores, trocando do pé esquerdo para o direito e chutou forte próximo ao poste de Juninho.

Aos 25min, Roger fez jogada pelo lado esquerdo de ataque, passou para Perea que tocou de primeira para Hidalgo. O lateral-esquerdo recebeu sem marcação na frente de Juninho e chutou forte, mas a bola foi para fora, próximo ao poste do Caxias. Enquanto isso, a equipe da Serra tinha maior volume de jogo, mas seguia com dificuldades para concluir.

A partir dos 30min o Grêmio passou a dividir com o Caxias as ações ofensivas, mas com muitos erros de passes e com dificuldades para passar pela marcação, não conseguia finalizar as poucas jogadas de ataque criadas. Aos 40min, depois de uma falta cobrada por Gustavo pela direita de ataque, Cris subiu mais alto que a marcação e cabeceou. A bola passou próxima ao poste esquerdo de Grohe.

Três minutos depois, Roger cruzou da esquerda, Perea passou de cabeça para Hidalgo, na frente de Juninho e sem marcação, dentro da pequena área. O lateral cabeceou no canto esquerdo, mas a bola bateu no poste e sobrou para a defesa afastar.

No retorno para a segunda etapa, Celso Roth retirou Anderson Pico, que atuava no meio de campo, e colocou o atacante Reinaldo. Segundo o próprio treinador, para dar mais criatividade ao meio de campo e reforçar o ataque que tinha somente o colombiano Perea.

A primeira oportunidade do segundo tempo também foi do Grêmio. Aos quatro minutos, Roger recebeu passe na entrada da grande área, foi tocando para o lado esquerdo, se livrou de quatro marcadores e chutou rasteiro. Mas Juninho fez uma defesa segura. Aos oito, Aelson cruzou da esquerda de ataque, Kemps não conseguiu alcançar de cabeça e o goleiro Marcelo Grohe também não conseguiu segurar a bola que se perdeu pela lateral.

Com a alteração de Pico por Reinaldo, Roger passou a atuar no meio de campo e o tricolor passou a comandar as ações ofensivas. Enquanto isso, o Caxias buscava os contra-ataques para chegar a área adversária. Mas sempre com dificuldades para fazer a última jogada de ataque. Aos 14min, Reinaldo avançou pela esquerda de ataque e tocou para Roger. O meia viu Perea livre e fez o passe. O colombiano passou do pé direito para o esquerdo e chutou, mas Juninho fez a defesa.

No lance seguinte, Hidalgo roubou uma bola no meio de campo, se livrou da marcação e de fora da área bateu forte, mas o goleiro do Caxias defendeu. Depois deste lance, o Grêmio conseguiu mais três arremates sucessivos, todos com as finalizações passando próximo a goleira do time da Serra. Dois com o meia Roger e um com Paulo Sérgio.

Na segunda etapa, o domínio das ações ofensivas era totalmente do Grêmio. O time da Serra tinha dificuldades, inclusive, para contra-atacar, tamanha era a pressão tricolor. Aos 28min, Roth retirou Nunes e colocou Junior, que fez a sua estréia depois de três meses do anuncio da sua contratação.

Aos 31min, Aelson cruzou da esquerda de ataque, Terrão não conseguiu alcançar a bola e perdeu boa oportunidade para abrir o placar na frente de Marcelo Grohe. Dois minutos depois, Roger bateu falta próximo a meia lua e a bola passou rente ao poste superior de Juninho.

Aos 40min, Kemps fez a parede e tocou para Leo chutar rasteiro, de fora da área, mas Grohe saltou no canto esquerdo e fez a defesa. Dois minutos depois, Eduardo Costa aproveitou um rebote próximo da grande área e chutou. A bola bateu em um jogador do Caxias e passou próximo ao poste esquerdo de Juninho.

Aos 45min, Hidalgo cruzou da esquerda, Reinaldo se antecipou à marcação, mas, desequilibrado, cabeceou próximo a trave direita do time da Serra. Nos últimos minutos, o Grêmio teve três bolas paradas com possibilidade de levar a bola para a área, mas os defensores tiveram superioridade aos atacantes e o jogo terminou no empate em 0 a 0.

O Grêmio volta a campo no domingo, às 16h, contra o Santa Cruz, no estádio dos Plátanos. Já o Caxias recebe o Novo Hamburgo, no Centenário, também no domingo, mas às 20h30minutos.

Grêmio
Marcelo; Paulo Sérgio, Pereira, Léo e Hidalgo; Nunes (Junior), Eduardo Costa, Anderson Pico (Reinaldo), Júlio dos Santos (André Luis); Roger e Perea
Técnico: Celso Roth

Caxias
Juninho; Eber, Cuca e Cris (Luis Henrique); Gustavo, Júlio César, Léo, Thiago, Rodrigo (Terrão) e Aelson; Kemps (Edu)
Técnico: Gilson Kleina

Cartões Amarelos:
Grêmio:
Eduardo Costa, Pereira e Roger
Caxias: Cris e Aelson
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre
Data: 13 de março de 2008
Árbitro: Vinícius Costa da Costa
Auxiliares: Júlio César dos Santos e José Inácio de Souza

Nenhum comentário: