segunda-feira, 1 de outubro de 2007

15 pontos para a Libertadores


A vitória diante do Juventude consolida terceiro lugar do clube no Brasileirão, depois dos 2 a 1 sobre o Juventude e a obtenção de três importantes pontos fora de casa, ainda restam 15 pontos para que o Grêmio confirme presença na Libertadores 2008. A projeção, tanto da comissão técnica quanto dos jogadores, é de que 62 pontos garantirão, sem sobressaltos, uma das três primeiras colocações na tabela.

O regulamento reserva aos três primeiros à vaga na fase de grupos da competição, sem necessidade de disputar a etapa classificatória, em janeiro. Com 47 pontos, o Grêmio fechou a 28ª rodada com dois a mais do que o Santos.

A boa notícia é que, até o encerramento do campeonato, a tabela não prevê dificuldades maiores. O próprio Sandro Goiano, destaque no jogo de ontem, admite que o Grêmio tenha pela frente jogos mais fáceis do que o Cruzeiro, contra quem luta para ficar em segundo lugar.

No caminho do Grêmio, São Paulo e Palmeiras são os únicos adversários que aparecem na parte de cima da tabela. Atlético-MG, Atlético-PR, Figueirense, América-RN e Corinthians, alguns dos times com quem o Grêmio de Mano Menezes ainda irá jogar, lutam para escapar das últimas posições. Desesperados, são, na teoria, times mais fáceis de serem vencidos.

Ainda assim, a direção exige um grupo mobilizado.

— Não podemos relaxar. Precisamos seguir focados, pensando jogo a jogo. O Juventude já é passado. A partir de agora, o Atlético-MG passa a ser o jogo mais importante do ano — afirmou o assessor de futebol Paulo Pelaipe.

— Falaram tanto que o Juventude é freguês que o jogo ficou muito mais difícil — reclamou Sandro.

William, punido ontem com o terceiro cartão amarelo, poderá ser substituído por Pereira contra o Atlético-MG. Matheus, que veio do Ipatinga, é alternativa.

Ontem, em Belo Horizonte, especulou-se que o Cruzeiro possa querer de volta o zagueiro Teco ao final do empréstimo, que termina em dezembro. O jogador ainda se restabelece da cirurgia no joelho esquerdo, realizada em junho.

Nenhum comentário: