domingo, 2 de setembro de 2007

Grêmio x Botafogo

O estádio Olímpico, em Porto Alegre, será neste domingo o palco de um duelo entre dois times que tentam reencontrar a regularidade no Campeonato Brasileiro, para assim seguirem fortes na luta por uma vaga na próxima Libertadores. Grêmio e Botafogo se enfrentam às 16 horas e os cariocas, que somam 38 pontos, não podem pensar em perder sob pena de deixarem o G-4. Os gremistas, por sua vez, têm seis pontos a menos e se tropeçarem verão o rival se distanciar consideravelmente.
O técnico do Botafogo, Cuca, aliás, espera que seu time tenha no Sul um melhor aproveitamento ofensivo, para não desperdiçar as oportunidades claras de gol que surgirem ao longo do duelo. O comandante teme que o desperdício de contra-ataques possa comprometer o resultado final.
“Contra o Flamengo (1 a 1) nós poderíamos ter vencido no segundo tempo e não o fizemos porque desperdiçamos alguns contra-ataques que influenciaram no resultado final. No Sul, as chances de gols ainda serão mais reduzidas e por isso não podemos vacilar de jeito nenhum”, alertou Cuca, que também quer fazer seu time ficar concentrado ao longo dos 90 minutos.
Ele teme que se repita o que aconteceu no primeiro tempo do clássico com o Flamengo, onde o time alvinegro esteve apático em campo. “A torcida do Botafogo nunca pediu raça para a gente e isso aconteceu no intervalo do jogo contra o Flamengo. Precisávamos estar mais ligados e concentrados no jogo. Tanto que, quando isso aconteceu, conseguimos o empate e poderíamos ter vencido. Esses ajustes serão importantes para um bom resultado no Sul”, analisou.
Para este jogo, aliás, o Botafogo está muito desfalcado. O lateral-esquerdo Luciano Almeida e os volantes Túlio e Leandro Guerreiro foram suspensos pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e ficam de fora, assim como o zagueiro Juninho, que recebeu o terceiro cartão amarelo diante do Flamengo.
Outro desfalque é o meia Zé Roberto, que fraturou o osso da mão direita e ficará três semanas afastado. Com isso, a zaga será composta por Alex, que retorna de suspensão, e Renato Silva, enquanto Moreno entrará na lateral esquerda. Além disso, Jorge Henrique ocupará a vaga de Zé Roberto, com Reinaldo entrando no ataque. Já Lúcio Flávio, a exemplo da vitória de 2 a 1 sobre o Atlético-MG, fará a função de segundo volante.
Pelo lado do Grêmio, o técnico Mano Menezes já começa a conviver com pressões. Seu emprego ainda está garantido, mas a derrota por 2 a 0 para o Sport irritou alguns dirigentes, e um tropeço diante do Botafogo pode complicar demais a situação do time no Campeonato Brasileiro. O treinador, no entanto, permanece tranqüilo e nega a turbulência.
“Quem vive no futebol está acostumado a lidar com pressões, principalmente quando se trabalha num clube de ponta, com uma grande torcida. Temos que reagir neste Campeonato Brasileiro, pois temos planos compatíveis com a realidade de nosso plantel e, por isso, merecemos uma melhor colocação. Com a volta das vitórias, tudo melhora”, previu Mano, que mesmo assim reconhece as dificuldades da partida de domingo.
“O Campeonato Brasileiro não dá espaço para descanso. No meio de semana tivemos uma batalha no Recife e agora já teremos pela frente um dos melhores times do Brasil. Mesmo assim, estamos preparados para isso”, tranqüilizou Mano.
Para este compromisso, o comandante gremista terá três desfalques. O lateral-direito Bustos, o volante Sandro Goiano e o meia Anderson Pico terão que cumprir suspensão porque receberam o terceiro cartão amarelo contra o Sport.
Com isso, Patrício entra na lateral e Adílson e Tcheco, que volta após cumprir suspensão imposta pelo STJD, ganham as vagas no meio-de-campo. Já no setor ofensivo, Mano deverá mudar com a entrada de Tuta na vaga de Marcel.

Grêmio x Botafogo
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre
Data: 2 de setembro de 2007, domingo
Horário: 16 horas (Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-PR)
Assistentes: Rogério Rolim e Gilson Coutinho (ambos do PR)

Grêmio
Saja; Patrício, Leo, William e Hidalgo; Eduardo Costa, Adílson, Diego Souza e Tcheco; Kelly e Tuta
Técnico: Mano Menezes

Botafogo
Max; Alessandro, Alex, Renato Silva e Moreno; Leandro Guerreiro, Lucio Flavio, Joílson e Jorge Henrique; Reinaldo e Dodô
Técnico: Cuca

Nenhum comentário: