sábado, 22 de setembro de 2007

Grêmio 1x0 Santos

Agora a Libertadores é uma realidade. Com uma grande vitória sobre o adversário direto, o Grêmio venceu o Santos por 1 a 0 e entrou no G-4, o grupo da zona de classificação da principal competição continental. O resultado deixou o tricolor gaúcho na terceira colocação. Mais do que isso, Marcel marcou seu primeiro gol com a camisa tricolor.

O jogo
O primeiro tempo começou exatamente como o Grêmio queria. Ou quase exatamente. Isto porque só não saiu o gol. O time da casa massacrou o Santos, que nem jogar conseguia. Ainda assim, as chances eram escassas. Os comandados de Luxemburgo marcavam bem e impediam as jogadas de ataque. Assim, o primeiro lance de perigo só ocorreu aos 18 minutos, quando Diego Souza cabeceou raspando a trave uma cobrança de escanteio.

A pressão gremista continuou e em dois minutos, duas oportunidades foram desperdiçadas. Aos 21, Anderson Pico chutou de longe, perto da trave. Na seqüência, na cobrança de escanteio, William cabeceou, Fábio Costa defendeu parcialmente e, no rebote, Marcel perdeu o gol.

Foi a senha para o crescimento santista. O time paulista criou coragem e atacou o Grêmio, assustando Saja por três vezes. Aos 28 minutos, Rodrigo Souto arriscou de longe e a bola perto do gol do goleiro gremista, que estava mal posicionado. Três minutos depois, Renatinho errou em bola dentro da área, livre. E aos 43 minutos, Maldonado chutou, Sandro Goiano desviou e quase enganou Saja.

No final, o lance polêmico do primeiro tempo. Escanteio para o Grêmio. Diego Souza cabeceou e a bola bateu no braço de Alessandro. Os jogadores protestaram, mas no final, o próprio Diego admitiu que foi um lance muito rápido, isentando o árbitro de qualquer culpa.

Aos três do segundo tempo, o Santos armou uma bela jogada, que culminou com uma grande finalização de Kleber, obrigando Saja a fazer uma defesa muito importante.

Atacando mais pelo lado esquerdo, o Grêmio chegou ao gol. Aos 10 minutos e meio, após boa jogada de Anderson Pico, Domingos cometeu falta na entrada da área. Marcel encheu o pé na cobrança e marcou seu primeiro gol com a camisa tricolor.

O Grêmio, então, tomou conta do jogo. Sem correr riscos, o time de Mano Menezes administrava a posse de bola e controlava o Santos. Não conseguia criar novas chances, mas impedia que o adversário atacasse. Tanto é que a única chance santista foi através de uma cobrança de escanteio que Tabata (que entrara no lugar de Alessandro) tentou surpreender Saja.

Luxemburgo trocou também Renatinho por Marcos Aurélio e Pedrinho por Petkovic. No Grêmio, a situação era a mesma: administração de resultado e poucos riscos. Quando o Santos atacava, o Grêmio se defendia e buscava contra-ataques. E assim foi até o final.

Quando Alicio Pena Jr. apitou o final da partida, o Grêmio entrou no G-4 e agora voltar à Libertadores é quase uma realidade no estádio Olímpico.

Campeonato Brasileiro - 27ª rodada
Local: Estádio Olímpico, Porto Alegre.
Gol: Marcel, aos 11 do segundo tempo.

Cartão amarelo: Domingos (S), Kléber (S).

Grêmio
Saja; Bustos, William, Léo e Anderson Pico; Eduardo Costa, Sandro Goiano, Tcheco e Diego Souza; Luciano Fonseca (Danilo Rios) e Marcel (Ramón).
Técnico: Mano Menezes

Santos
Fábio Costa; Alessandro (Rodrigo Tabata), Domingos, Adaílton e Carlinhos; Rodrigo Souto, Maldonado, Kleber e Petkovic (Pedrinho); Renatinho (Marcos Aurélio) e Kleber Pereira.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Arbitragem
Alicio Pena Jr. (Fifa-MG), auxiliado por Marco Antônio Gomes (Fifa-MG) e Cleidi Mari Nunes Ribeiro (Fifa-MG).

Nenhum comentário: