sexta-feira, 28 de setembro de 2007

Diego Souza fica e Galatto sai no fim do ano

Diego Souza
O torcedor do Grêmio pode pegar papel e caneta para anotar e cobrar depois. O diretor de futebol do Tricolor, Paulo Pelaipe, garante que será tranqüila a renovação de Diego Souza. O dirigente também assegura aos torcedores que o time em 2008, na provável disputa da Libertadores, será superior ao da atual temporada. - Não é difícil, porque todos (os jogadores com contrato a renovar) têm valores fixados nos empréstimos. São jogadores que avaliamos dentro e fora de campo. Eles serão procurados no momento oportuno. O Diego Souza é uma renovação tranqüila. A intenção do Grêmio é adquirir o atleta. O torcedor pode ter a convicção de que vamos ter uma equipe mais forte em 2008. Vamos manter o grupo e reforçá-lo ainda mais - afirma Pelaipe, em entrevista para a Rádio Bandeirantes. Para ficar com Diego Souza, o Grêmio precisa bancar mais de R$ 10 milhões para o Benfica. O clube também tenta renovar com Saja, Sandro Goiano, Tcheco e Tuta.
Galatto
Um dos heróis da Batalha dos Aflitos deve rumar para outro clube no fim do ano. Galatto dificilmente seguirá no Olímpico. O goleiro deixou o time titular com a chegada de Saja e não tem vaga certa nem como reserva, já que disputa o posto de segundo arqueiro com Marcelo Grohe. O empresário do jogador, Régis Marques, comenta que não foi procurado pela diretoria do Grêmio. E vê diminuírem as chances de ele permanecer.
- A partir do momento em que a direção não procura o representante do atleta, entendemos que não há interesse em mantê-lo, até porque vi que estão tentando renovar com o Saja. O Galatto não foi procurado - afirma o empresário, em entrevista para a Rádio Bandeirantes.Galatto era o quarto goleiro do Grêmio em 2004, quando o clube foi rebaixado para a Segundona. Em 2005, ele buscou espaço aos poucos. Acabou imortalizado ao defender um pênalti nos Aflitos e ver outro parar na trave.

Juventude x Grêmio
No Rio Grande do Sul, costuma ser assim: quando o Grêmio enfrenta o Juventude, os tricolores já colocam mais três pontos na tabela; quando é a vez de o Inter encarar o Ju, é os alviverdes que ficam faceiros. Os caxienses não gostam, mas o duelo com o time do Olímpico é tratado, em tom de brincadeira, como uma espécie de confronto entre matriz e filial. Chacotas de lado, o certo é que o retrospecto mostra ampla vantagem para o time de Porto Alegre.
No domingo, no Alfredo Jaconi, o Grêmio busca a centésima vitória sobre o Juventude.
Azuis e verdes duelaram 168 vezes.
O time atualmente treinado por Mano Menezes tem 99 vitórias e 26 derrotas.
Ocorreram também 43 empates.
São 323 gols a favor do Grêmio e 152 favoráveis ao Juventude.
No primeiro turno, o Tricolor venceu por 3 a 1 no Olímpico.
As duas equipes também duelaram na decisão do Campeonato Gaúcho.
Em Caxias do Sul, empate por 3 x 3.
No Olímpico, goleada gremista: 4 x 1.

Nenhum comentário: