sexta-feira, 31 de agosto de 2007

Tcheco volta


Cumprida a suspensão de três partidas, o meia Tcheco, do Grêmio, volta a ficar à disposição do técnico Mano Menezes. O jogador garante que o período afastado devido à punição do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) serviu para fazê-lo refletir, e ele promete mais disposição no seu retorno, que deve ocorrer neste domingo, no Olímpico, contra o Botafogo, pelo Campeonato Brasileiro. O capitão tricolor foi afastado depois de julgamento pelo lance em que atingiu o rosto de Alex Mineiro, no jogo com o Atlético-PR, dia 28 de julho. Depois da ausência contra Paraná, Fluminense e Sport, poderá ser aproveitado na próxima rodada. "Essa parada me fez analisar melhor o que eu quero com o Grêmio. Queremos chegar, no mínimo, na Libertadores, e minha disposição é bem maior agora do que antes", avisou.

No final da Libertadores, em que o time gaúcho ficou com o vice-campeonato, Tcheco ressalta que perdeu motivação. "Esfriei a cabeça, caí numa monotonia. A gente se acomoda ao natural depois de uma competição tão acirrada. A suspensão teve um lado bom, renovou meus ânimos. Quero voltar com tudo", prometeu.
O meia deve assumir o lugar de Anderson Pico, que recebeu o terceiro cartão amarelo na derrota de 2 a 0 diante do Sport, nesta quarta-feira. "Não podemos perder pontos bobos como aconteceu. Vencer o Botafogo não é dever, é obrigação", enfatizou o capitão.

Nenhum comentário: