domingo, 19 de agosto de 2007

Saja retorna e Gavilán sai




Após a vitória do Grêmio sobre o Paraná, 2 a 0, neste sábado, com tranqüilidade, aproximando o clube outra vez da zona da tabela do Campeonato Brasileiro que leva à Libertadores da América. Em compensação, o fator negativo são os desfalques para a próxima partida do time, sábado, no Rio de Janeiro, contra o Fluminense. Quatro titulares não poderão jogar.O meia Diego Souza foi expulso por ter recebido dois cartões amarelos e, por conseqüência, o vermelho, devido à simulação de faltas, conforme os critérios do árbitro Antônio da Hora Filho. Já o atacante Carlos Eduardo, principal jogador do time gremista, recebeu o terceiro cartão amarelo - igualmente pela interpretação do árbitro Antônio Hora Filho de que teria "inventado" o sofrimento de uma falta.

Não bastasse isso, Tcheco foi suspenso por três jogos em julgamento ocorrido no STJD na sexta-feira e contra o Fluminense cumprirá o segundo deles. Finalmente, para completar a lista de quatro ausências importantes, o técnico Mano Menezes terá de optar pela saída de um dos quatro estrangeiros do grupo, visto que a regra só possibilita a escalação de três num mesmo jogo.Contra o Paraná Mano utilizou o lateral-direito colombiano Bustos, o zagueiro peruano Hidalgo e o volante paraguaio Gavilán. Isso foi possível porque o goleiro argentino Saja(foto) estava suspenso, mas com o returno do nº 1 do tricolor, o técnico terá de optar pela saída de um dos outros.

O estreante Hidalgo, apesar de algumas restrições da torcida, foi muito elogiado por Mano e deverá seguir como titular. "O Hidalgo deu segurança à equipe, especialmente pela experiência e paciência na saída de bola", avaliou o treinador.Tudo indica que sobrará Gavilán, mas Mano Menezes não anunciará nada antecipadamente e será uma semana de muitas especulações.

Nenhum comentário: