terça-feira, 7 de agosto de 2007

Só deu prejuízo

Segundo o empresário de Amoroso, Nivaldo Baldo, a rescisão amigável do contrato do atacante com o Grêmio está acertada. O único entrave é o pagamento restante das luvas do atleta, que foram divididas em quatro parcelas de R$ 100 mil cada. O tricolor pagou a primeira, porém o empresário estaria pedindo as quantias equivalentes aos meses de junho e julho.

“É deselegante falar sobre atraso, pois o Grêmio é um bom pagador, mas conhecemos o futebol de hoje. Já falei com o Rodrigo (Caetano) e está tudo acertado, sendo que acreditamos em um acordo amigável”, disse Nivaldo Baldo.

Já o assessor de futebol do Grêmio, Paulo Pelaipe, comentou que não existe atraso e sim um acordo para o pacote da rescisão.

Nenhum comentário: