terça-feira, 7 de agosto de 2007

O Inacreditável as avessas



Tem coisas estranhas que acontecem no Grêmio que são inacreditáveis, vejamos:
O ataque, hoje, é o pior do Brasileirão, ao lado do América de Natal. Os jogadores a disposição do elenco gremista são:
Everton, que entra nos jogos muito nervoso e não faz gols.
Ramón, totalmente ineficaz, só tem a boa vontade do técnico.
Tuta parece mais um ex-jogador em atividade.
Carlos Eduardo, o mais eficiente e ao mesmo tempo, também, não faz gols.

Os problemas do técnico vem deste 2005, quando dava mais espaço para Lipatin e ao mesmo tempo deixava Anderson, hoje Manchester United, no banco.
Em 2006, Mano Menezes, tinha a disposição Rômulo, que fez 11 gols no brasileirão, e que não era bem visto pelo técnico, foi para o Cruzeiro. Tinha também o argentino Herrera, que entrava e fazia gols, contava com o apoio da torcida, mas não com a de Mano, foi para Espanha.

Em 2007, Mano Menezes dispensou Amoroso, que ficou um bom tempo lesionado e que como a história mostra teria mais chances de ajudar o Grêmio que Ramón e Tuta.
O incrível é que Mano Menezes insiste em Tuta, que já teve dezenas de opurtunidades, um atacante visivelmente sem condições de vestir a camisa 9 do Grêmio. A sua insistência com este jogador é inacreditável. E para piorar, no coletivo, Mano Menezes sinalizou que Marcel começaria no banco.
Se isto não é inacreditável, o que seria?

Nenhum comentário: