terça-feira, 3 de julho de 2007

Grêmio vence o Juventude

Grêmio e Juventude disputaram clássico regional gaúcho na noite desta terça-feira, confronto válido pela nona rodada do Campeonato Brasileiro, e a vitória foi do time tricolor por 3 a 1. O jogo foi realizado no estádio Olímpico, mesmo local onde os dois clubes, há dois meses, haviam decidido o campeonato estadual, naquela oportunidade com vitória um pouco mais fácil da equipe gremista: 4 a 1.O resultado mantém o Grêmio em ascensão e já na briga por uma vaga à Libertadores da América de 2008, agora com 13 pontos na tabela. Enquanto isso o Juventude afundou um pouco mais na faixa que leva ao rebaixamento para a série B da competição, pois se mantém com apenas sete pontos - embora com um jogo a menos disputado.No próximo domingo, na continuidade do Brasileirão, o Grêmio tentará a primeira vitória fora de casa, contra o Atlético, no Mineirão. Já o time de Caxias do Sul, em situação complicadíssima, talvez nem esteja mais com o treinador Flávio Campos, que está sob ameaça de demissão.O técnico, que assumiu o cargo a partir da segunda rodada do Brasileiro, pode nem estar mais trabalhando no sábado, no jogo contra o Vasco, no Rio de Janeiro.O jogo como previsível, o Grêmio, que jogava em casa, começou a partida em cima, pressionando, e aos 7min quase abriu o placar num chute do lateral Bruno Teles, que Michel Alves soltou e Diego Souza por pouco não aproveitou, ao dividir com o goleiro do Juventude.Cinco minutos depois, aos 12, Diego fez o 1 a 0. Ele foi agarrado pelo zagueiro Cedrola, ao invadir a grande área, e foi encarregado da cobrança, acertando o canto direito, num chute seco e certeiro.O Juventude não conseguiu demonstrar poder de reação e o primeiro tempo seguiu com superioridade tranqüila dos donos da casa. Para se ter idéia da ineficiência da equipe da serra gaúcha, o que fez de melhor foi um levantamento da ponta direita, buscando encontrar o lateral-esquerdo Zé Rodolpho, que se aproximava da meta invadindo a área pela esquerda, mas o goleiro Saja fez intervenção tranqüila, a única da primeira etapa.A superioridade gremista era tão grande que no intervalo o autor do único gol, Diego Souza, comentou: "Todo mundo está de parabéns, pela mobilização demonstrada".Logo aos 7min do segundo tempo, a confirmação da superioridade do Grêmio. O zagueiro Schiavi mandou o balão em direção à área adversária, os zagueiros do Juventude ficaram indecisos e permitiram o ingresso de Diego Souza, que com o pá direito mandou no canto direito de Michel Alves, fazendo o 2 a 0, o seu segundo na partida.Nem com o aumento de sua desvantagem o Juventude mostrou forças para reagir. O treinador Flávio Campos fez mudanças tentando tornar a equipe mais ofensiva, colocando Ivo e Guilherme em campo, nos lugares de Marabá e Alex Alves, respectivamente.Mas nada adiantava e aos 22 saiu o terceiro gol gremista. Num escanteio da direita, por Lúcio, a bola sobrou para o zagueiro William que esperou ela quicar e bateu de pé direito liquidando a partida.O Juventude ainda descontou aos 29, através do zagueiro Wescley. Ele aproveitou o escanteio da direita e subiu bem, ganhando do goleiro Saja na jogada aérea e mandando para a rede, de cabeça. Mas a reação ficou aí e o Grêmio manteve sem maiores problemas a vitória.
GrêmioSaja; Patrício, William, Schiavi e Bruno Teles; Gavilán (Edmilson), Sandro Goiano, Diego Souza e Lúcio; Ramón (Douglas) e Everton (Kelly)Técnico: Mano Menezes
JuventudeMichel Alves; Radamés, Wescley, Cedrola e Zé Rodolpho; Marcão, Marabá (Ivo), Beto e Renato (James); Alex Alves (Guilherme) e Éber.Técnico: Flávio Campos
Data: 3/7/2007 (terça-feira)Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre
Árbitro: Leonardo Gaciba da Silva (Fifa/RS)Auxiliares: Paulo Ricardo Silva Conceição e José Antônio Chaves Franco Filho (RS)
Cartões amarelos: Schiavi, Everton (Grêmio); Beto, Radamés (Juventude)
Gols: Diego Souza (aos 12min do 1º tempo); Diego Souza (aos 6min), William (aos 22min) e Wescley (aos 29min do 2º tempo)

Nenhum comentário: